domingo, 17 de maio de 2015

Clara de Assis - Aluga-se um Noivo




Nada poderia ter afetado tanto Débora Albuquerque, quanto ter de enfrentar seu ex-namorado, João, como padrinho de casamento de seu irmão. Como se não bastasse, acompanhado por sua nova namorada, ninguém menos que Letícia, a quem Débora um dia chamou de amiga. 
A situação já parecia bastante ruim, quando Débora teve a brilhante ideia de surgir na festa, muito bem acompanhada. Para tanto, acordou com um garoto de programa, Théo, para que fizesse a vez de namorado e juntos seriam o casal mais feliz do Mundo. Por sorte, ou não, a inseparável melhor amiga de Débora, Carol, resolveu dar uma mãozinha e o que antes era uma loucura, tornou-se algo mais complicado que nunca, de namorado a noivo, num piscar de olhos. 
Débora, carioca, balzaquiana, estava disposta a pagar o quanto fosse para não aparecer sozinha na festa. Théo seria o namorado ideal, lindo, sofisticado, com sotaque italiano e extremamente sedutor. O plano era perfeito, mas Débora se apaixonou.

Minha Opinião:

Eu já havia lido Aluga-se um Noivo, logo que começou essa onda de romances com acompanhantes, garotos (as) de programa e afins, e agora eu pre-ci-sa-va relê-lo. E não mudei de ideia, continua sendo um dos melhores do gênero.
Débora passou por uma dupla traição, do namorado João com sua grande amiga, ela segue em frente com sua vida, até que seu irmão decide convidar o ex traidor para ser padrinho de seu casamento, e ela claro como toda mulher não pode se sair por baixo em um eventos desses.
Então tem a brilhante ideia de contratar um acompanhante, ideia essa incentivada pela melhor amiga louca que alguém poderia ter.
Théo o "garoto de programa", vê se encantado com aquela mulher com jeito de menina. E que parece completamente louca.

O livro é delicioso, tem cenas hilárias e me fez lê-lo rapidinho, sem parar.

Nota 4.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tina Folsom - Acompanhante Legal



Daniel trabalha duro e raramente se diverte. Mas quando ele tem que viajar pra São Francisco e precisa de uma acompanhante para um evento social, a bela Sabrina aparece em sua porta. de repente, o trabalho é esquecido.

Mal sabe ele que Sabrina não é uma acompanhante, mas está substituindo sua colega de quarto.
O encontro rapidamente se torna fumegante até que mentiras ameaçam destruir seu caso passional.



Minha Opinião:

Sabrina é uma advogada recém formada e que sofre assédio no escritório, por um dos advogados sócios e por isso não tem coragem de denunciá-lo. 


Sua melhor amiga é uma garota de programa que lhe pede um enorme favor porque está doente e não poderá atender um cliente especial, e pede que Sabrina vá em seu lugar. E ela vai.

Achei a história um tanto inverossímil, até onde eu sei nos EUA a prostituição não é crime, mas o agenciamento  continua sendo crime, então uma advogada concordar com um plano desse tipo é inimaginável.
Gostei não. Nota 2.


sexta-feira, 24 de abril de 2015

Megan Maxwell - Vai Sonhando!




Vai Sonhando! - Rúben é um famoso jogador do Inter de Milão conhecido como “o touro espanhol”. Sua rotina se alterna entre os dias no campo de futebol e as noites ao lado de mulheres “tecnicamente perfeitas”. Até que ele se machuca gravemente durante uma partida e precisa ser operado. A volta aos campos é incerta. Seu tratamento e sua recuperação ficam nas mãos da fisioterapeuta Daniela, uma jovem que trocou Madri por Milão e que, ao contrário de seu paciente, está sempre com um sorriso no rosto.

O temperamento de um e de outro logo se choca. Ela rebate o mau humor e o aparente desprezo de Rúben com um otimismo inabalável, mas aos poucos fica evidente que a tensão entre os dois esconde uma inesperada atração.

O convívio diário com o jogador transforma a vida de Daniela, que, pela primeira vez em muitos anos, questiona a regra que impôs a si mesma — nunca ficar mais de dois meses ao lado do mesmo homem — na tentativa de esconder um terrível segredo. Com medo de estar se apaixonando por um dos maiores conquistadores do futebol italiano, ela tentará fugir antes que seja tarde demais.
Vai sonhando! é uma história passional, ardente e muito emocionante, no mais puro estilo Megan Maxwell, a autora espanhola best-seller da literatura erótica e romântica.

Minha Opinião:

Daniela é uma mulher de alto astral, que já lutou pela vida, e sabe muito bem como tratar um jogador mulherengo e mal humorado, o que rende algumas cenas hilárias.
A história incita muito, mas no meio do caminho me desanimou, achei muitas cenas repetitivas, e devo confessa que Megan não é minha autora preferida.

Apenas nota 2.

domingo, 22 de março de 2015

Virna DePaul - Dormindo com o Irmão Errado - [Solteirões 01]



Dormindo com o Irmão Errado - Depois de um rompimento complicado, Melina pede ao amigo de infância Max para lhe dar aulas na arte da paixão. Mas ela acaba tendo uma surpresa quando o irmão gêmeo de Max aceita o desafio.
Ardente e doce, esta história tem classificação CCFF ("Calor, Coração e Final Feliz") e envolve uma troca na cama, gêmeos idênticos e lindos, aulas de sexo, jogos de palavras sacanas, parceiros levemente amarrados, uma deusa do sexo tímida que tem medo de ser entediante e um herói playboy determinado a provar que ela tem tudo o que ele precisa.

Minha Opinião:

Melina sempre foi apaixonada por Rhys, mas sempre se sente tímida na presença dele, então sempre conseguiu ser mais amiga do irmão charmoso o Max.
Quando precisa de um tutor sexual ela quer Rhys, mas é ao Max que ele pede ajuda.
Com as armações de Max ela acaba com o irmão "errado".

Confesso que pelo título imaginei algo diferente, e me decepcionei.
A história não conseguiu me encantar. 

Nota 2.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Rachel Gibson - Sem Clima para o Amor




Sem Clima Para o Amor - Sem Clima para o Amor é um livro divertido, daqueles que te faz suspirar. A principal personagem, Clare Wingate é assim, uma hora sofre porque o vestido rosa-choque não será mais usado, num outro momento pega o namorado em posição constrangedora com outro homem e depois, quando decide dar uma trégua e se dedicar apenas ao trabalho, encontra o amigo de infância, Sebastian Vaughan. Os beijos são inesquecíveis e ela não tem vontade de ir embora.

Minha Opinião:

Clare é uma escritora, que descobre a traição do noivo dentro de sua própria casa, e o pior, com outro homem. No casamento da melhor amiga acaba afogando suas mágoas e acordando de ressaca numa cama que ela não reconhece e com um desconhecido no banheiro, embora o desconhecido não seja tão desconhecido assim.
Sebastian um jornalista, com dificuldades de seguir a carreira, jamais se aproveitaria de uma mulher embriagada, mas ele não pode resistir em criar algumas histórias para dificultar a vida de Clare.

Eu confesso que esperava mais dessa história. Mais sexo, mais ação, mais aventura, mais diálogo, enfim qualquer coisa a mais. E me frustrei.
Ouvi falar muito bem da Rachel Gibson, mas esse livro não me arrebatou, ainda não vou desistir delas, procurarei outros títulos que me chamem a atenção.

Nota 2.