domingo, 13 de agosto de 2017

Penny Wylder - Her Dad's Friend (Amigo do seu pai)




Ele era o melhor amigo do meu pai - e meu primeiro amor.

Apaixonar-me por ele era ruim. Flertar com ele e tentar entrar em suas calças na noite de minha festa de aniversário de 21 foi definitivamente pior.
Mas você pode me culpar? Eu não tinha visto o cara em anos e ele volta parecendo mais quente do que nunca.
Nosso lance não deveria ter sequer começado, mas agora que ele tem, eu não quero parar. Sou louca por esse cara...E ele está obcecado por mim.
Pena que meu pai o mata se descobrir.
Então não podemos dizer a ele. Nós apenas temos que mantê-lo em segredo. Certo?
Isso pode ter funcionado...Até que ele me engravidou.
Como podemos manter o que fizemos em segredo?
E se ele não nos quiser?

Minha Opinião:

Leitura rápida, fácil e leve. 
Rachael sempre foi apaixonada pelo melhor amigo de seu pai, mas ela nunca imaginou que um dia seria correspondida, mesmo temendo a reação de seus pais, ela não vai deixar de viver esse amor.
Nota 3.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Helena Hunting - Pucked



Como meia-irmã de um famoso jogador da NHL, Violet Hall está bem familiarizada com a reputação de playboy muitas estrelas de hóquei têm. Ela é esperta o bastante para se afastar daqueles meninos quentes e bem-construídos e com uma resistência inigualável. Isso até que ela conhece o lendário capitão da equipe, Alex Watters.
Violet não está interessada em sua cara bonita, seu sorriso charmoso, ou seu duro super quente abdômen. Mas quando Alex mostra que ele não tem intelecto inferior igual a quase todos os jogadores de hóquei, ele se torna mais do que apenas um corpo quente com um rosto para combinar.
No que só pode ser considerado um completo lapso de julgamento, Violet descobre o quão bom Alex é com o bastão de hóquei em suas calças. Mas o que começa como um encontro de uma noite, rapidamente se transforma em algo mais. Depois de uma noite mágica de orgasmos, Alex começa a ligar, enviar mensagens de texto, e-mails e enviar extravagantes e peculiares presentes, tornando-o difícil de ignorar, e ainda mais difícil não gostar.
O problema é que a mídia retrata Alex como um total jogador playboy, e Violet não quer fazer parte do jogo.

Minha Opinião:

Violet é uma nerd disfarçada, como irmã de um jogador famoso ela convive nesse meio, ela acredita que todo jogador tem baixo QI, e habilidade zero para relacionamentos duradouros, uma vez que estão sempre rodeados de "marias-chuteira".
Alex tem sua fama de playboy algo que nunca o incomodou, mesmo que não fosse verdadeira, ele também tem um intelecto muito mais bem desenvolvido do que Violet imagina.
A história tem um início que rende boas risadas, mas acaba se perdendo um pouco do meio para o final, mas não que tenha deixado o livro ruim.
Leve e divertido, nos deixa ansiando pelas próximas histórias da série.

Nota 4.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Lia Lee & Bella Rose - Billionaire's Viirgin Stripper



O bilionário queria uma stripper quente... mas eu era virgem...
Eu tinha começado meu novo trabalho. Como uma stripper.
"Nenhuma experiência necessária", disseram.
Bom, eu nsei... porque eu não tinha nenhuma.
Conheci imediatamente Dante, o bilionário sexy, alfa. Ele me ofereceu um acordo que não pude recusar: 30 dias comigo em troca de um grande pagamento.
Um milhão de Dólares.
Como eu poderia recusar? A vida do meu pai estava em jogo! Ele devia a máfia milhares e milhares de dólares, jogando sua vida fora.
Literalmente.
Eu não tinha nenhuma escolha senão aceitar. Eu tinha que salvá-lo. Isso é o que eu disse a Dante, pelo menos.
Mas então eu comecei a me apaixonar por ele...
Isto é apenas um negócio? Pode Dante mudar seus caminhos de Bad Boy e realmente me amar?


Minha Opinião:

Samantha precisa urgentemente de dinheiro para saldar dívidas do seu pai.
Você já viu essa história antes, e eu também. E a história não acrescenta nada de novo. Com o bônus que é bem curtinha.
Dante não tem o hábito de frequentar esse tipo de boate, mas uma vez que está lá, ele não resiste aos olhos inocentes de Samantha e decide dá um lance por ela, ele só não esperava que tivesse comprado uma stripper virgem. Ele não quer ser responsável por destruir uma inocente novamente.

Nota 2

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Tillie Cole - It Aint't Me, Babe - [Série: Hades Hangmen] - {Livro 01}



NUNCA ME SENTI TÃO BEM AO PECAR...

UM ENCONTRO ACIDENTAL.

UM ENCONTRO QUE NUNCA DEVIA TER ACONTECIDO.



Há muitos anos, duas crianças de mundos completamente diferentes estabeleceram uma ligação, uma ligação fatídica, um vínculo inquebrável que mudaria suas vidas para sempre...

Salome apenas conhece uma maneira de viver sob os regulamentos do Profeta David. Na comuna que ela chama de casa, Salome não conhece nada da vida além de sua estrita fé, nem da vida além da Cerca A cerca que a aprisiona, que a mantém presa num ciclo interminável de miséria. A vida que ela acredita que está destinada a ter, até que um acontecimento horrível a liberta.

Escapando da segurança que ela sempre conheceu, Salome é lançada no mundo exterior, um mundo assustador cheio de incertezas e pecado; para os braços protetores da pessoa que ela acreditava que jamais iria encontrar novamente.

River 'Styx' Nash sabe apenas que uma coisa é certa na vida, ele nasceu para usar um colete. Cresceu num mundo turbulento de sexo, Harleys, e drogas. Inesperadamente Styx tem o pesado fardo do martelo de juiz de Hades Hangmen sobre ele, e tudo na idade madura de vinte e seis anos para a alegria de seus rivais.

Atormentado por um destrutivo problema de fala, Styx rapidamente aprende a lidar com seus inimigos. Ganhou uma temível reputação como um homem com quem não se deve mexer no mundo sombrio dos fora da lei do MC, com os seus poderosos punhos, uma mandíbula de ferro e o uso hábil da sua preciosa lâmina alemã. Uma reputação que mantém as pessoas com êxito á distancia.
Styx tem apenas uma regra na vida, nunca deixar ninguém chegar perto demais. É um plano que ele mantem-se fiel por anos, isto é, até que uma jovem é encontrada ferida no seu território... uma mulher que lhe parece estranhamente familiar, uma mulher que distintamente não pertence em seu mundo, mas uma mulher que se sente relutante em libertar...


Minha Opinião:

Começar essa história foi totalmente curiosidade. Porque nada no enredo faz parte dos meus temas preferidos.

Não gosto de motoqueiros Mc's. Não gosto de histórias darks, não gosto de histórias com tanto sofrimento.

Então me pegar gostando desse livro foi uma total surpresa, não só gostar, mas ansiar pelos outros da série.

Tem temas muito pesados que te mantém segurando o folego sem saber o que vai acontecer, e segurando a indignação com tanto abuso.

Em todos os livros a Tillie explica um pouco sobre a pesquisa que ela fez antes de iniciar sua história, é claro que é um livro de ficção, mas há várias cenas que são relatos verdadeiros, contados pela pessoa que os sofreu, e que levou Tillie a essa inspiração.

Eles se conheceram quando crianças, separados por uma cerca, o menino mudo e uma menina assustada já machucada por um mundo que ela não entende por pecados que ela não cometeu.

Styx tem problemas na fala e as únicas pessoas com que ele consegue falar é o seu pai e seu melhor amigo Ky, conseguir falar com essa menina estranha com olhos de lobo é uma surpresa para ele, mesmo sendo uma criança ele sabe que ela é destinada à ele.
Mae não aguenta mais a vida na Comuna, onde precisa pagar pelos pecados impugnados por sua excessiva beleza, quando vê sua irmã mais velha morrer, ela sabe que não pode suportar o mesmo destino para si.

Sabe aquela história que te prende do início ao fim, que você precisa ler o mais rápido possível e ao mesmo tempo não quer que acabe nunca, esse é O livro.

Nota 5




Jewel E. Ann - Only Trick



Não olhe para trás com raiva‘.
Em uma noite, eu perdi cinco anos da minha vida. Aqui está o que eu sei...

Eu era sem-teto. 
Eu sou um viciado em drogas em recuperação. 
Minha pele com tatuagem me trás olhares lascivos. 
Eu tenho uma aversão grave às mulheres. 
Meu parceiro gay é um destruidor de lares.
Eu possuo uma arma e eu tenho uma maldita boa pontaria. 
Eu sou um artista de maquiagem, mas isso é um insulto para o meu talento.
Eu nunca quis possuir qualquer coisa, exceto a minha Ducati... até que eu conheci Darby.
O que eu sei desde aquele dia na sala de emergência, quando ela me costurou... – nada, além de alguns pensamentos aleatórios.
Minha nova 'amiga' é perturbadora, pegajosa e obcecada com siglas, emoticons e frases como 'almas gêmeas de café da manhã'.
Eu não queria gostar dela, mas ela rastejou sob minha pele e me engoliu inteiro. Agora nós somos melhores amigos e ela é o meu novo vício. Eu a beberia de um copo, a cheiraria pelo meu nariz ou a injetaria em minhas veias se eu pudesse. O que eu não vou fazer... é lhe dizer isso.
Ela não me conhece... eu não me conheço. Quando esses anos que faltam voltar, eu acho que ela vai me odiar... acho que vou me odiar.

Meus pais me chamam de Patrick Roth, e esta é minha história.

Minha Opinião:


Eles conhecem o melhor amigo e amor de suas vidas ao mesmo tempo. Tudo vai seguindo tão perfeito, com o amor mais lindo, a mudança mais linda, a paisagem perfeita, o casamento dos sonhos e eu apenas comecei a esperar que algo muito ruim acontecesse, porque nada pode ser tão perfeito assim né? 

Os segredos que ele nem sabe que tem é a única coisa que pode ter o poder de separa-los. 

Achei algumas reações exageradas para o tamanho do problema, ou para o tamanho do amor, mas nada que estragasse o livro.

Tem um dos epílogos mais lindos que já li.
Nota 4