segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Julia Quinn - Os Segredos de Colin Bridgerton - [Os Bridgertons] - {Livro 04}




Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.

No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.

Em "Os segredos de Colin Bridgerton", quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

Minha Opinião:

Para mim esse é certamente o melhor livro da série até agora e duvido que algum outro possa tomar esse lugar.
O irreverente Colin voltou de mais uma viagem, e tudo continua igual em Londres, longos bailes na alta sociedade, sua mãe tentando o convencer a se casar, as cobiçadas colunas de Lady Whistledown e Penelope a melhor amiga de sua irmã, que já é como parte da família.
Até que Colin percebe que nem tudo está tão igual assim, assim como sua renovada atenção a Penelope Featherington. Assim como o desafio para descobrir a esquiva Lady W. E isso realmente me surpreendeu, eu não esperava que fosse essa pessoa. Mas adorei, foi realmente muito inteligente.

Nota 4.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Melanie Marchande - Casei com um Bilionário




Maddy Wainright desistiu do casamento – e dos homens. Após namorar muitos perdedores que não eram capazes de apreciá-la por quem ela é, está prestes a resignar-se a uma vida de solteirona. Até que seu chefe absurdamente rico, Daniel Thorne, aparece com uma proposta que ela simplesmente não pode recusar.

Ele propõe um casamento de conveniência – um que permitiria a Maddy ter uma vida luxuosa durante um ano, e ao Sr. Thorne ficar no país que se tornou seu lar. Ao final do acordo, Maddy ainda sairá com dois milhões de dólares. Tudo o que ela precisa fazer é mudar-se para a cobertura de luxo dele, representar um papel convincente em público e encarar algumas entrevistas com o INS (o Serviço de Imigração e Naturalização do país), para as quais ela será muito bem preparada. É um grande risco, mas que Maddy pode estar disposta a correr, considerando a recompensa.

No início, tudo são negócios. Mas quando os toques suaves, os beijos apaixonados e os olhares demorados que eles precisam trocar em público começam a interferir em sua vida pessoal, Daniel e sua mente tortuosa levam Maddy a ápices de prazer que ela nunca havia experimentado. E quanto mais ela o conhece, mais ela sente aquele forte desejo em seu peito cada vez que ele a abraça em público. Antes que percebesse, ela se pega desejando que tudo fosse real.

Conforme o tempo passa, Maddy começa a se perguntar se dois milhões de dólares serão suficientes para cobrir os custos de remendar um coração partido. Mas o Sr. Thorne ainda pode estar guardando outro segredo...

Minha Opinião:

Sabe aquele curtinho que não te satisfaz, que cansa e você pede pra acabar logo? Então, sinto dizer que esse é um livro desses.

Daniel precisa se casar para conseguir o visto de permanência, e escolhe Maddy porque aparentemente ela desistiu dos homens, para mim ela parece ter desistido da vida também, porque oh vidinha sem graça viu... mas enfim, ele precisa que esse casamento dure por um ano e vai recompensá-la muito bem por isso.

Depois de uma lua-de-mel fofa até, eles voltam a rotina do dia a dia e uma difícil convivência por fachada. E apenas por que é um livro de romance eles se descobrem apaixonados, sabe-se lá porque diga-se de passagem.

O tema não é novo, mas a autora realmente conseguiu estragar ele para mim, arrisco uma sofrida Nota 2.

Se você gostou da história deixe aí a sua opinião. Bjos 

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Jennifer Probst - À Procura de Alguém



Sorte nos negócios, azar no amor: essa é a sina de Kate. Aos 28 anos, ela está longe de ter conhecido alguém especial com quem dividir a sua vida. Sua carreira de cupido profissional, por outro lado, vai de vento em popa: todos na pequena cidade de Verily, Nova Iorque, conhecem e admiram a Kinnections, agência de relacionamentos que Kate fundou com suas duas melhores amigas. Até que, um dia, um homem tão lindo quanto furioso entra em sua sala. Slade Montgomery é um advogado de divórcios que não acredita em finais felizes e muito menos em agências de relacionamentos. Para ele, a Kinnections é uma grande farsa, criada para ludibriar pessoas frágeis e ingênuas, como sua irmã. Agora, é uma questão de honra: Kate não vai medir esforços para provar a Slade que seus talentos são legítimos e suas intenções nobres, nem que para isso precise encontrar a namorada ideal para ele. Mas um simples toque vai fazer com que essa tarefa se torne muito mais difícil do que ela poderia conceber...

Minha Opinião:

Achei bem ao estilo dos romances florzinhas, À Procura de Alguém, traz Slade um cético advogado de litígios que não acredita mais no amor, por sua própria experiência e pelas histórias de seu trabalho, ele acredita que sua irmã está sendo enganada por uma agência que busca o par perfeito, então mesmo resolve se inscrever para provar que tudo não passa de uma farsa.
Kate acredita que todo tem seu par, mesmo que ela mesma nunca tenha encontrado o seu, ainda que ela tenha um certo dom, ela busca basear-se em pesquisas sólidas para ajudar seus clientes até que aparece Slade, tentando provar que ela está totalmente errada, e ela por sua vez vai encontrar o par perfeito para ele. O que eles não percebem é que precisam se entregar para que o amor aconteça.

Nota 3.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Alexa Riley - Curvy




A primeira vez que Flynn Long a viu, ela estava deitada em uma cama e de lingerie. A imagem é agradável, assim como suas curvas, e instantaneamente ele está obcecado.

Cali Carr está no final da sua carreira de modelo plus size quando ela é contratada para uma nova campanha.

Mas quando o proprietário da empresa sai das sombras e começa a chamar para os ensaios, um emprego é a última coisa que se parece.
Amor à primeira vista não deveria ser realidade. Um toque não deveria incendiar tanto. Uma única imagem não deveria levar um homem à loucura. Mas, felizmente para nós, está acontecendo em Curvy!
Aviso: o que está no topo não é forte o suficiente para o que esta pequena história é. É doçura aveludada revestida em queijos insta-amor e ele está esperando por você tomar uma mordida.


Minha Opinião:

Sabe aquele curtinho que satisfaz? Então, esse é Curvy. Uma história bem inverossímil, mas que em um livrinho de entretenimento, caiu bem.

Cali é uma gordinha que não tem complexos com seu corpo, ela é modelo plus size, que sonha em ter sua própria marca de roupas.
Flynn é o dono de uma empresa que atua em vários segmento, dos quais nem sempre ele está a par do que se trata, até que esse empreendimento não dê lucros, e é assim que ele é apresentado a Cali, apenas uma fotografia e ele já está completamente tomado. E ele vai fazer de tudo para ter a mulher que ele quer em sua vida.

Uma leitura tão gostosa que a gente sente que deveria ter mais.
Nota 4. 

Julia Quinn - Um Perfeito Cavalheiro - [Os Bridgertons] - {Livro 03}



Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.

Minha Opinião:

Sophie é a filha ilegítima de um conde, a própria Cinderela, maltratada pela esposa de seu suposto e pelas filhas dela, relegada a arrumadeira. Sophie ousa ir ao baile de mascaras oferecido pela família Bridgerton, ao ser descoberta Sophie é expulsa de casa sem nada, e sem ter pra onde ir.
Benedict ama sua família, mas tudo que ele queria era que as pessoas o reconhecem como mais do que um Bridgerton, ele não é averso ao casamento, porém ele não umas das moças da temporada que se quer sabem diferencia-los de seus irmão. E então ele a conhece em um baile de máscaras oferecido por sua mãe, mas ela vai embora repentinamente deixando-o apenas com uma luva.

Simplesmente apaixonada pela escrita de Julia Quinn, a família Bridgerton é maravilhosa, você apenas imagina que as histórias serão todas parecidas, mas acaba se enganando e cada uma dessas histórias.

Nota 4.